jump to navigation

Cumpleaños… 24/07/06

Posted by Calsavara in Blog, Comportamento, Cotidiano, Crônicas, Feriados, Infância, Mulheres.
trackback

Nunca fui muito fã de aniversários… Dos meus, deixo claro. Dos outros é sempre muito bom, e quase nunca perco um quando sou convidado (Lívia, desculpe não ter ido ao seu, mas forças maiores não possibilitaram minha saída em tempo hábil). Aquela sensação de festa, de alegria, de tudo o que há de bom… Mas, por algum motivo obscuro, tenho uma predileção, por assim dizer, escassa aos meus próprios cumpleaños

Talvez porque eles sempre foram realizados em período de férias escolares, nunca houve, assim, um grande contingente à minha espera para celebrar a data. Lógico, família, parentes e tudo o mais sempre estiveram presentes quando criança. Mas com o passar do tempo algumas coisas passam a ter bem menos graça do que antes.

Então eu saí de casa. E cresci. E envelheci bastante em alguns aspectos. E, depois de acompanhar muitas comemorações alheias, passei a acreditar que nunca havia tido uma verdadeira “festa” de aniversário. E achei que estava certo…

Sempre tive medo, pavor, pânico de ficar sozinho. Um de meus poucos pesadelos recorrentes (graças a Deus, há tempos que não o tenho) é o de perceber que não há mais ninguém no mundo a não ser eu. Simplesmente não saberia o que fazer se ficasse sem amigos, sem conhecidos, sem ninguém.

E nunca, como hoje, eu me sinto tão sozinho numa “comemoração” de aniversário. Aos leitores, uma ressalva: vocês que, em parte, são meus amigos pessoais, não são os “culpados” por isso. É uma solidão meio que espiritual.

Por mais que, ao deixar o posto de trabalho hoje, eu me reúna com alguns para beber uma boa e gelada cerveja, ainda assim me sentirei sozinho por dentro. Porque só tem um, e apenas um, presente que eu gostaria de receber hoje. Mas não vou.

Por quê? Não sei. Não sei nem se ela sabe o quanto eu a queria. Só sei que vou parar por aqui porque o nó tá muito grande e daqui a pouco o chefe vem trazer os calouros pra conhecer as instalações.

E o que importa é que amanhã já passou tudo isso… Não costumo ficar assim, tão zemplus. Na verdade, sou e me considero uma pessoa feliz, assim como o Danilão. Mas é que hoje o bicho pegou, e pegou pra valer…

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: