jump to navigation

Para nós, tu serás sempre campeão!!! 5/04/06

Posted by Calsavara in Crônicas, Esportes, Futebol.
trackback

Clique Aqui! "Bandeira do Meu Coração" – João Só

Inácio; Marinho, Tião, Zico e Domingos; Paulinho, Alaor, Procópio e Jaime; Gino e Rubinho. Com esta escalação, o Londrina Futebol e Regatas começa a sua história, empatando em 1 a 1 com o Corinthians de Presidente Prudente (SP). Apenas 19 dias após a sua fundação, 05 de abril de 1956, o alvi-celeste, fruto de uma idéia do comerciante Pietro Caloni, juntamente com outros fanáticos pelo futebol, José Luciano Andrade, Wallid Kauss, e Doan Álvares Gomes, dá os primeiros passos rumo a uma história de sucesso.

Hoje o Londrina Esporte Clube, fruto da fusão entre o Londrina Futebol e Regatas e o Paraná Esporte Clube (sacramentada em 1970), completa o seu jubileu de ouro. São 50 anos de muitas glórias, muitas vitórias e alguns tropeços. Conquistas como a Taça de Prata do Brasileiro de 1980, ou mesmo o Torneio da Amizade, vencido em 1957, fizeram a história desse time, que surgiu como o "Caçula Gigante" e hoje é o "destemido Tubarão".

Mascote do LEC

Pena que ultimamente o Tubarão não está mais tão destemido assim. Combalido, sofrido, amuado, achincalhado, macambúzio até, o Londrina mal se agüenta, tamanha é a crise que se abate sobre o clube. E olha que não é de hoje que eu venho falando sobre isso.

Mas, como o próprio hino diz, "o que importa é o ideal de vitória". Não interessa se o time não tem mais calendário até o ano que vem. Não importa se as esperanças de disputar uma competição estejam colocadas sobre os jovens atletas do Tubarãozinho, que jogarão a Série B do Paranaense, só para o Departamento de Futebol do Londrina permanecer em funcionamento. O clube está prestes a perder um de seus únicos patrimônios, a Sede Campestre, para quitar dívidas com o INSS? E daí? Se o profissionalismo das décadas de 70 e 80 deram lugar ao amadorismo crônico que assola as administrações subseqüentes, resta a nós, torcedores, manter sempre viva a chama da paixão pelas cores do nosso Londrina.

Para encerrar, deixo aqui a palavra oficial da Diretoria Executiva do Clube sobre esta data tão significativa. Um desabafo incontido, com o qual me solidarizo total e completamente.

O Londrina talvez seja, fazendo aqui uma metáfora, como um filho que esteja hospitalizado ou mesmo doente, há muitos anos. O Londrina parece que padece de um mal crônico, uma doença de cura improvável.

Mas o que mais importa nisso tudo, é que devemos continuar na luta, para que o Londrina permaneça sempre vivo e forte.

O Londrina é um filho da cidade e assim deve ser visto. E não porque ele está doente ou em situação ruim que devemos desprezá-lo por esse momento difícil que coincide, ao mesmo tempo, com um momento tão especial na vida do clube e da cidade. Como não comemorar o aniversário de um filho, só porque ele está doente ou em dificuldades?

O que nos acalenta ainda, é saber que a vida é como as ondas no mar, ela é cíclica. Temos altos e baixos. Na vida e em todas as situações que por ela passamos, já diz a sabedoria popular que “não há mal que sempre dure nem bem que não se acabe” ou ainda que “depois da tempestade vem a bonança” e que, se o nosso amado Tubarão está passando por um momento difícil, o momento bom virá, com certeza, como sempre aconteceu.

Devemos sim, conscientemente, separar a situação do Londrina dentro do campo com o resultado infrutífero, das festividades do seu Cinqüentenário, até porque era grande o desejo desta diretoria ou de qualquer outra, de que o Cinquentenáro pudesse ser celebrado conjuntamente com a equipe em atividade, quem sabe até com o Londrina disputando as finais do campeonato paranaense ou mesmo a Copa do Brasil em meio às festividades. Mas infelizmente isso que não foi possível.

As festividades devem e podem ser mantidas. A cidade deve celebrar o Cinquentenário do Londrina Esporte Clube em sua plenitude, pois sabemos que os dirigentes passam, os integrantes da imprensa passam e o clube fica. O Cinqüentenário não pode ser maculado e nem manchado, por ser um momento único e especial.

Devemos resgatar a história do clube, o passado glorioso, as conquistas, as vitórias, os êxitos, a grandeza do Londrina Esporte Clube, homenagear aqueles que ajudaram a construir essa bonita história de cinqüenta anos e tudo de bom que o Londrina construiu ao longo de sua história.

É até uma forma da sociedade em geral repensar o clube, um momento de reflexão, o seu papel para a sociedade e o que o Londrina pode representar no futuro.

Olhar o passado, corrigir os erros, viver o presente que é o que mais importa e projetar o futuro.

Esse deve ser o nosso papel.

Escudo do LEC

Avante, Londrina!!! Força, Tubarão!!! Não esmoreça!!! Até porque, um clube que tem a coragem de disponibilizar uma versão em inglês do seu hino em seu site oficial não pode estar fadado à pequenez!!! E se tudo der certo, no mais longo dos caminhos, em 2010 o Tubarão vai a Tóquio disputar a Copa Toyota – Mundial Interclubes? Duvidam? O tempo dirá!!!

Anúncios

Comentários»

1. Mullets - 7/04/06

time deve ser (pq eu num tenho, só posso divagar) que nem muié… sem uma vcs ficam imcompletos… hehehe… deixei de ser com,pleto lá pelos meus 17 18… (torcia pelo verdão tb)

2. Mullets - 7/04/06

o “iMcompletos” foi terrivel né?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: